Advertências Contra Ensinos Sensacionais e Religião Emocional

Começamos este estudo lhe fazendo a pergunta: Você já foi chamado de fanático alguma vez?Alguns Responderão Que Sim, Outros Responderão que Jamais!

O que Ellen White fala sobre o fanatismo para os últimos dias?

Advertências Contra Ensinos Sensacionais e Religião Emocional

O Perigo de Idéias Especulativas
“Há um tempo de angústia a sobrevir ao povo de Deus, mas não devemos manter isto sempre diante do povo, e levá-los a antecipar um tempo de angústia. Haverá uma sacudidura entre o povo de Deus; isto, porém, não é verdade presente a levar às igrejas. Será o resultado de recusar a verdade apresentada.
Os ministros não devem supor que têm algumas maravilhosas idéias avançadas, e a menos que todos as recebam, serão sacudidos fora, e surgirá um povo para ir avante e acima, à vitória. O objetivo de Satanás cumpre-se tão certamente quando homens vão na dianteira de Cristo e fazem obra que Ele nunca lhes confiou, como quando permanecem no estado laodiceano, morno, julgando-se rico e enriquecido de bens, sem de nada necessitar. Ambas as classes são igualmente pedras de tropeço.

Algumas pessoas zelosas que visam e põem toda energia em busca de originalidade, têm cometido sério erro em procurar arranjar algo de sensacional, maravilhoso, fascinante aos olhos do povo, alguma coisa que pensam que os outros não compreendem; muitas vezes, porém, eles próprios não sabem de que falam. Especulam com a Palavra de Deus, adiantando idéias que não oferecem o mínimo de proveito a eles próprios ou às igrejas. Podem, no momento, despertar a imaginação; há, no entanto, uma reação, e essas mesmas idéias tornam-se obstáculo. A fé é confundida com a fantasia, e seus pontos de vista podem inclinar a mente na direção errada. Sejam as claras e simples declarações da Palavra de Deus alimento para o espírito; esta especulação sobre idéias que não se acham claramente apresentadas aí, é coisa perigosa. Manuscrito 111.
O perigo que ameaça nossas igrejas é que coisas novas e estranhas serão introduzidas, coisas que confundem a mente do povo, e não lhes dão forças, no próprio tempo em que eles mais delas necessitam nas coisas espirituais. É necessário claro discernimento para que coisas novas e estranhas não venham a ser colocadas ao lado da verdade como parte do peso da mensagem a ser dada neste tempo. As mesmas mensagens que temos estado a anunciar ao mundo devem ser salientadas. An Appeal for Canvassers, págs. 1 e 2.

A Sedução das Teorias Novas
Todos os aspectos de fanatismo e teorias errôneas, que pretendem ser a verdade, serão introduzidos entre o povo remanescente de Deus. Estas coisas encherão mentes de sentimentos errôneos que não têm parte com a verdade para este tempo. Qualquer homem que suponha que na energia das resoluções planejadas por ele próprio, em sua força intelectual unida com ciência ou pseudoconhecimento, ele pode iniciar uma obra que haja de conquistar o mundo, encontrar-se-á a jazer entre as ruínas de suas próprias especulações, e compreenderá plenamente porque ali se encontra. …
Segundo a luz que me foi dada pelo Senhor, erguer-se-ão homens falando coisas perversas. Sim, eles já têm estado a trabalhar e falando coisas que Deus nunca revelou, pondo verdade sagrada no mesmo nível de coisas comuns. Os assuntos se têm constituído e continuarão a constituir-se de presunçosos enganos de homens, não da verdade. As invenções da mente humana criarão testes que não são testes absolutamente, para que, quando o teste verdadeiro for salientado, seja considerado em termo de igualdade com aqueles de feitura humana que não têm sido de nenhum valor. Podemos esperar que tudo será introduzido e misturado com a sã doutrina, mas mediante claro discernimento espiritual, pela unção celeste, podemos distinguir o sagrado do profano que está sendo introduzido para confundir a fé e o são juízo, e desmerecer a grande, grandiosa verdade probante para estes dias. …
Nunca, nunca houve um tempo em que a verdade sofresse mais por ser desvirtuada, amesquinhada, desmerecida mediante as perversas disputas dos homens, do que nestes últimos dias. Os homens se introduziram com sua massa heterogênea de heresias que eles apresentam como oráculos ao povo. O povo é seduzido com algumas coisas novas e estranhas, e não são sábios na experiência para discernir o caráter das idéias que os homens arquitetem como sendo alguma coisa. O chamá-las, porém, coisa de grande conseqüência, e ligá-las aos oráculos de Deus, não as torna verdade. Oh! como isto reprova a baixa norma de piedade nas igrejas!
Os homens que querem apresentar alguma coisa original fazem surgir como por encanto coisas novas e estranhas, e sem consideração avançam nessas instáveis teorias que foram entretecidas como teoria preciosa, e apresentam-na como questão de vida e morte. Carta 136a, 1898.

A Necessidade de Claro Discernimento
Ao aproximar-nos do tempo em que os principados, potestades e exércitos espirituais da maldade nos lugares celestiais serão levados à luta contra a verdade, quando o poder enganador de Satanás será tão grande que, se possível, enganaria até os escolhidos, cumpre-nos ter o discernimento aguçado pela iluminação divina, para que possamos conhecer o espírito que é de Deus, para não sermos ignorantes dos ardis de Satanás. O esforço humano precisa aliar-se ao poder divino, a fim de sermos capazes de realizar a obra finalizadora para este tempo.
Cristo Se serve do vento como de um símbolo do Espírito de Deus. Como o vento assopra onde quer, e não podemos dizer de onde ele vem ou para onde vai, assim é com o Espírito de Deus. Não sabemos por meio de quem Se manifestará.
Não falo, porém, minhas próprias palavras quando digo que o Espírito de Deus porá de lado aqueles que tiveram seu tempo de prova e oportunidade, mas que não distinguiram a voz de Deus ou não apreciaram as operações do Seu Espírito. Então milhares da hora undécima, verão e reconhecerão a verdade.
“Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que o que lavra alcançará ao que sega, e o que pisa as uvas ao que lança a semente.” Amós 9:13.
Essas conversões à verdade operar-se-ão com uma rapidez surpreendente para a igreja, e unicamente o nome de Deus será glorificado. Carta 43, 1890.

Fanatismo a Aparecer em Nosso Meio
Aparecerá fanatismo em nosso próprio meio. Sobrevirão enganos, e de tal natureza, que se possível fora, desencaminhariam os próprios eleitos. Caso estivessem visíveis marcadas incoerências e declarações falsas nessas manifestações, as palavras dos lábios do grande Mestre não seriam necessárias. É por causa dos muitos e variados perigos que haviam de surgir, que é dada essa advertência.
A razão por que ergo o sinal de perigo é que, mediante a iluminação do Espírito de Deus posso ver aquilo que meus irmãos não discernem. Talvez não me seja positiva necessidade indicar todos esses aspectos particulares do engano contra os quais eles se precisam guardar. É-me suficiente dizer-vos: Estai alerta; e como sentinelas fiéis guardai o rebanho de Deus de aceitar indiscriminadamente tudo quanto professa ser-lhes comunicado da parte do Senhor. Se trabalharmos para criar excitação do sentimento, teremos tudo quanto queremos, e mais do que possivelmente podemos saber como manejar. Calma e claramente “prega a Palavra”. Importa não considerar nossa obra criar excitação.
Unicamente o Espírito de Deus pode criar um entusiasmo são. Deixai que Deus opere, e ande o instrumento humano silenciosamente diante dEle, vigiando, esperando, orando, olhando a Jesus a todo momento, conduzido e controlado pelo
precioso Espírito que é luz e vida. Carta 68, 1894.
O fim está próximo. Os filhos da luz devem trabalhar com diligente e perseverante zelo para induzir outros a se prepararem para o grande acontecimento por vir, para que eles possam resistir ao inimigo por haverem dado lugar à operação do Espírito Santo no coração. Coisas novas e estranhas hão de surgir continuamente para levar o povo de Deus a falsa agitação, reavivamentos religiosos e curiosas manifestações. Conservem-se eles avançando, com os olhos fixos unicamente na Luz e Vida do mundo. Sabei que tudo quanto é chamado luz e verdade na Palavra de Deus é vida e verdade, uma emanação da sabedoria divina, não uma imitação das artes sutis de Satanás. A luz da sabedoria de Deus será para toda alma fiel, firme, contrita, como lâmpada para seus pés. Carta 45, 1899.

Não Seja o Juízo Dominado Pelo Sentimento
Há muito erro misturado com coisa verdadeira, e pessoas de temperamento agitado agem baseadas nisso. Assim o fanatismo tomará o lugar dos esforços bem regulados, bem disciplinados, ordenados pelo Céu para levar avante a obra a sua conclusão. …
Há risco de que não só mentes impulsivas sejam levadas ao fanatismo, mas de que pessoas astutas se aproveitem dessa disposição para promover seus próprios desígnios egoístas. …
Tenho uma advertência a dar a nossos irmãos, para que sigam seu Líder e não corram adiante de Cristo. Não haja obra de acaso nestes tempos. Acautelai-vos de fazer vigorosas declarações que levem mentes menos equilibradas a pensar que têm maravilhosa iluminação de Deus. Aquele que leva mensagem ao povo da parte de Deus precisa exercer perfeito domínio. Deve ter sempre em mente que a senda da presunção se acha bem ao lado do trilho da fé. …
Permita-se uma vez ao impulso e à emoção assumirem o domínio sobre o juízo calmo, e talvez haja em conjunto demasiada rapidez, mesmo em palmilhar um caminho reto. O que viaja rápido demais verificará ser isso perigoso em mais de um sentido. Talvez não tarde a enveredar por um atalho que o afastará do caminho reto para vereda errada.
Nem uma vez se deve permitir que o sentimento assuma o domínio do juízo. Há risco de excesso naquilo que é legal, e o que o não é conduzirá certamente a veredas falsas. Caso não haja obra cuidadosa, diligente, sensata, sólida como a rocha, no desenvolvimento de toda idéia e princípio, e em toda apresentação feita, almas serão arruinadas. Carta 6a, 1894.

Obediência ou Emoção e Entusiasmo
Há perigo de aqueles que se acham em nossas fileiras cometerem um erro quanto ao recebimento do Espírito Santo. Muitos julgam ser uma emoção ou um êxtase dos sentimentos um sinal da presença do Espírito Santo. Há perigo de que sentimentos justos não sejam compreendidos, e que as palavras de Cristo: “Ensinando-as a guardar todas as coisas que Eu vos tenho mandado” (Mat. 28:20), percam sua significação. Há risco de que expedientes originais e imaginações supersticiosas tomem o lugar das Escrituras. Dizei a nosso povo: “Não sejais ansiosos de introduzir alguma coisa não revelada na Palavra. Conservai-vos achegados a Cristo.” …
Lembremo-nos de que a Palavra que Cristo ordenou que pregássemos a todas as nações, tribos, línguas e povos é confirmada pelo Espírito Santo. Este é o plano divino de trabalho. Cristo é o forte poder que confirma a Palavra, levando homens e mulheres, mediante conversão à verdade, a uma fé compreensiva, tornando-os voluntários para fazer tudo quanto Ele lhes tem ordenado. O instrumento humano, o instrumento visível, deve pregar a Palavra, e o Senhor Jesus, o invisível agente, por meio de Seu Espírito Santo, deve tornar a Palavra eficaz e poderosa. Carta 105, 1900.
Um Chamado a Sermões à Antiga
Nova ordem de coisas entrou no ministério. Há desejo de moldar-se segundo outras igrejas, e simplicidade e humildade são quase desconhecidas. Os ministros jovens procuram ser originais, e introduzir idéias e planos novos para o trabalho. Alguns iniciam reuniões de reavivamento, trazendo assim muitos conversos para a igreja. Passada, porém, a emoção, onde estão os convertidos? Não se vêem arrependimento e confissões de pecados. O pecador é instado a crer em Cristo e aceitá-Lo, sem consideração quanto a sua vida passada de pecado e rebelião. O coração não é quebrantado. Não há contrição de alma. Os supostos conversos não caíram sobre a Rocha, Cristo Jesus.
O Antigo e o Novo Testamentos mostram-nos o único meio por que esta obra deve ser feita. Arrependei-vos, arrependei-vos, arrependei-vos, era a mensagem que João Batista fazia soar no deserto. A mensagem de Cristo ao povo, era: “Se vos não arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” Luc. 13:5. E aos apóstolos foi ordenado pregar em toda parte que os homens se arrependessem.
O Senhor deseja que Seus servos hoje preguem a antiga doutrina evangélica – tristeza pelo pecado, arrependimento e confissão. Precisamos sermões à moda antiga, costumes à antiga, pais e mães em Israel à antiga. É preciso trabalhar pelo pecador perseverantemente, zelosa e sabiamente, até que ele veja que é transgressor da lei de Deus, e exerça arrependimento para com Deus, e fé no Senhor Jesus Cristo. Manuscrito 111.

Frio Formalismo ou Fanatismo?
Formalidade, sabedoria mundana, certa esperteza e métodos mundanos, parecerão a muitos o próprio poder de Deus, mas quando aceitos, ficam como obstáculo impedindo a luz de Deus em advertências, reprovação e conselho de atingir o mundo.
Ele [Satanás] está trabalhando com todo o seu poder insinuante, enganador, para desviar os homens da mensagem do terceiro anjo, que deve ser proclamada com forte poder. Se Satanás vê que Deus está abençoando Seu povo e preparando-os para discernir-lhe os enganos, trabalha com sua magistral capacidade para introduzir fanatismo de um lado e frio formalismo de outro, para que ele possa ceifar uma colheita de almas. Agora é nosso tempo de vigiar incessantemente. Vigiai, barrai o caminho ao mínimo passo de avanço que Satanás possa fazer entre vós.
Há perigo contra o qual estar acautelados à direita e à esquerda. Haverá pessoas inexperientes, recém-conversas, que necessitam ser fortalecidas, e terem diante de si um exemplo correto. Alguns não farão o uso devido da doutrina da justificação pela fé. Apresentá-la-ão de maneira unilateral.
Outros lançarão mão de idéias que não foram devidamente apresentadas, e passam completamente sobre o limite, passando de todo por alto as obras.
Ora, a fé genuína sempre opera por amor. Quando olhais ao Calvário não é para aquietar vossa alma na falta de cumprimento do dever, nem para vos acalmar para dormir, mas para criar fé em Jesus, fé que opere, purificando a alma do lodo do egoísmo. Quando lançamos mão de Cristo pela fé, nossa obra apenas começou. Todo homem tem hábitos corruptos e pecaminosos que precisam ser vencidos por combate vigoroso. Requer-se de toda alma que combata o combate da fé. Se alguém é seguidor de Cristo, não pode ser astuto no negócio, não pode ser duro de coração, falto de compaixão. Não pode ser vulgar na linguagem. Não pode ser cheio de arrogância e presunção. Não pode ser despótico, nem usar palavras ásperas, e censurar e condenar.
O trabalho de amor brota da operação da fé. A religião bíblica significa constante trabalho. “Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos Céus.” Mat. 5:16. Operai vossa salvação com temor e tremor, pois é Deus que opera em vós tanto o querer como o efetuar segundo a Sua boa vontade. Devemos ser zelosos de boas obras, cuidadosos de manter boas obras. E a Testemunha fiel diz: “Eu sei as tuas obras.” Apoc. 2:2.
Se bem que seja verdade que nossas atarefadas atividades não nos asseguram, em si mesmas, a salvação, também é verdade que a fé que nos liga a Cristo estimulará a alma à atividade. Os que não têm tempo para dar atenção a sua própria alma, a se examinarem diariamente, se estão no amor de Deus, e
colocarem-se no conduto da luz, terão tempo para dar às sugestões de Satanás e à execução de seus planos.
Satanás insinuar-se-á mediante pequenas cunhas, que se ampliam à medida que abrem caminho. As perigosas armadilhas dele serão introduzidas na obra especial de Deus nestes dias. Manuscrito 16, 1890.
Falsas Idéias das Bênçãos de Deus
Muitos andam interrogativos e perturbados. Isto é porque não têm fé em Deus. Para alguns, os cultos não significam mais que um tempo agradável. Quando seus sentimentos são despertados, pensam que estão grandemente abençoados. Alguns não acham que são abençoados a menos que sejam agitados e exaltados. A intoxicação do excitamento é o objetivo que buscam; e, se o não obtêm, julgam tudo estar errado com eles, ou que algum outro o está.
O povo não deve ser educado a pensar que a religião emocional, tocando as raias do fanatismo, é a única religião pura. Sob a influência de tal religião, espera-se que o ministro empregue toda a sua energia nervosa no pregar o evangelho. Precisa derramar com abundância a poderosa corrente d’água da vida. Precisa trazer goles estimulantes que sejam aceitáveis ao apetite humano. Alguns há que, a não ser que suas emoções enfraquecidas sejam estimuladas, pensam que podem estar descuidosos e desatentos. Carta 89, 1902.

Tudo é Quieto, Calmo, Despretensioso
O inimigo prepara-se para enganar o mundo inteiro por meio de seu poder de operar milagres. Ele pretenderá personificar os anjos de luz, personificar Jesus Cristo. Todo aquele que ensina a verdade para este tempo deve pregar a Palavra. Os que se apegam à Palavra não abrirão as portas para Satanás fazendo imprudentes declarações com referência a profetizar ou a sonhos e visões. Em maior ou menor grau se têm introduzido aqui e ali manifestações falsas, desde 1844, depois do tempo em que aguardávamos a segunda vinda de Cristo. …
Tê-las-emos mais e mais, e como sentinelas fiéis precisamos estar em guarda. Chegam-me cartas de muitas pessoas acerca de visões que têm tido, e acham seu dever relatar. Oxalá o Senhor ajude Seus servos a serem cautelosos.
Quando o Senhor tem um genuíno veículo de luz, há sempre abundância de outros falsos. Satanás entrará certamente por qualquer porta que lhe seja aberta. Dará mensagens de verdade misturando com ela idéias dele próprio, preparadas para desencaminhar almas, atrair a mente a seres humanos e ao que dizem, impelindo-a de apegar-se firme a um “Assim diz o Senhor”. Nos tratos de Deus com Seu povo, tudo é quieto; com aqueles que nEle confiam, tudo é calmo, despretensioso. Haverá simples, verdadeiros, sinceros crentes na Bíblia, e haverá praticantes da Palavra, bem como ouvintes. Haverá sadio, sincero e sensato esperar em Deus. Carta 102, 1894.

O Exemplo de Cristo
Não tema ninguém ir a extremos enquanto é um atento estudioso da Palavra, humilhando a alma a cada passo. Cristo nele deve habitar pela fé. Ele, seu Exemplo, era sereno. Andava em humildade. Possuía verdadeira dignidade. Tinha paciência. Caso nós, individualmente, possuamos esses traços de caráter, que aceitam a justificação pela fé, não haverá extremistas. …
O exemplo de Cristo se acha diante de nós – guardar sempre a lei e o evangelho intimamente ligados. Eles não podem ser separados. Sejam cultivados a calma e o domínio de si mesmo e perseverantemente conservados, pois esse era o caráter de Cristo. Ouvimos as veementes expressões de falsos pregadores, que manifestam ousadas pretensões, que falam alto e longamente, dizendo: “Sou santo, sou puro”, quando não possuem a mínima base para sua fé. Não ouvimos ruidosos protestos de fé, nem vemos tremendas contorções e exercícios do corpo no Autor de toda verdade.
Lembrai-vos de que nEle habita corporalmente toda a plenitude da Divindade. Se Cristo habita em nosso coração pela fé, contemplando Sua maneira de viver procuraremos ser como Jesus, puros, pacíficos e incontaminados. Revelaremos a
Cristo em nosso caráter. Não só receberemos e absorveremos luz, mas difundi-la-emos também. Teremos mais clara e distinta visão do que Jesus é para nós. A simetria, amabilidade e benevolência que se encontravam na vida de Jesus Cristo transparecerão em nossa vida. Manuscrito 24, 1890.

Desejo de Mudar a Ordem Presente
Em vez de viver na expectação de algum período especial de despertamento, devemos sabiamente aproveitar a oportunidade presente, fazendo aquilo que deve ser feito a fim de que as almas sejam salvas. Em lugar de consumir as faculdades de nossa mente em especulações quanto aos tempos e as estações que o Senhor estabeleceu pelo Seu próprio poder e ocultou aos homens, devemos submeter-nos ao controle do Espírito Santo para cumprir os deveres presentes, dar o pão da vida, não adulterado com opiniões humanas, a almas a perecer por falta da verdade. …
Encontramo-nos em constante perigo de colocar-nos acima da simplicidade do evangelho. Há intenso desejo da parte de muitos, de causar sensação ao mundo com alguma coisa original, que exalte o povo a um estado de êxtase espiritual, e mude a presente ordem de conhecimento pessoal. Há, certamente, grande necessidade de uma mudança na presente ordem de experiência; pois a santidade da verdade presente não é apreciada como devia ser, mas a mudança de que necessitamos é uma mudança de coração, e só pode ser obtida buscando individualmente a Deus em procura de Sua bênção, pleiteando com Ele por Seu poder, orando fervorosamente para que Sua graça venha sobre nós, e para que nosso caráter seja transformado. Esta é a mudança de que necessitamos hoje, e para cuja realização devemos exercer perseverante energia e manifestar sincera resolução. Review and Herald, 22 de março de 1892.
Nenhuma Singularidade ou Excentricidade
Não haja singularidades nem excentricidades de movimento da parte daqueles que falam a Palavra da verdade, pois tais coisas enfraquecerão a impressão que deve ser produzida pela Palavra. Cumpre guardarmo-nos, pois Satanás está
determinado, se possível, a entremear com os cultos sua má influência. Não haja exibição teatral, pois isto não ajuda a fortalecer na Palavra de Deus. Antes distrairá a atenção para o instrumento humano. Carta 352, 1908.

A Palavra de Deus não Deve Ser Contaminada por Enganos
Entre os clamores que causam perplexidade: “Eis que Cristo está aqui! Eis que Cristo está ali!” será apresentado um testemunho especial, uma especial mensagem de verdade apropriada para este tempo, a qual deve ser recebida, crida e posta em prática. É a verdade, não idéias fantasiosas, que tem eficácia. A verdade eterna da Palavra sobressairá livre de toda forma de erros sedutores e interpretações espiritualistas, livre de todos os quadros atrativos, fascinantes. À atenção do povo de Deus serão insistentemente apresentadas falsidades, mas a verdade deve permanecer revestida de seus belos e puros vestidos. A Palavra, preciosa em sua influência santa e própria para elevar, não deve ser degradada ao nível dos assuntos comuns, ordinários. Deve permanecer sempre incontaminada pelos enganos com que Satanás procura enganar, se possível, os próprios eleitos. Review and Herald, 13 de outubro de 1904.
Proceda o povo de Deus de tal maneira que o mundo veja que os adventistas do sétimo dia são um povo inteligente, pensante, cuja fé se acha baseada em fundamento firme e não em confusão. O povo tem fome do pão da vida. Não lhe ofereçais uma pedra. Manuscrito 101, 1901.

Fonte: Texto estraido na íntegra do livro: Mensagens Escolhidas, Vol.2, p.13 a 24.

Este texto fala do fanatismo que arrastará milhões! Pessoas sedentas de milagres e não de Cristo, serão arrastadas por estes enganos! Não precisamos estar ansiosos por manifestações extraordinária do poder de Deus como prova da sua aceitação e direção, pois a palavra de Deus nos adverte que há muitos que farão todas estas coisas, (expulsarão demônios, realizarão milagres e curas, falarão línguas, etc) todavia não estarão áptos para o céu, pois não se preucuparam em deixar de lado o pecado-iniquidade.(a transgressão da lei de Deus).(MATEUS 7:22,23; 1 João 3:4).

Alguns tem se levantado dentro da igreja e se preucupado em manter a igreja cheia, porém sem qualidade, sendo que a palavra de Deus aponta que Deus está buscando adoradores que O adorem em espírito e em verdade!

Deus não espera que façamos alianças e páctos com o mundo para que mais pessoas aceitem fazer parte do Seu povo! Ele espera que preguemos a verdade com muito amor, mas, a verdade! Ele espera de nós uma adoração comprometida com a verdade!

Apocalipse 14:7  dizendo, em grande voz: Temei a Deus e dai-lhe glória, pois é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas.

Ao buscarmos ao Senhor em adoração, precisamos focar nEle e  não em nós mesmos! Ele é o adorado e não Eu. O Eu deve morrer! E Cristo viver em mim! Gálatas 2:20 .

As confusões que presenciamos nas meretrizes do Apocalipse 17, não deve ser invejado por nós! Temos a verdade! A verdade básica para os nossos dias é que a lei de Deus foi modificada pela Grande Meretriz e as suas filhas a seguem! Deus virá executar juízo sobre a Terra e deseja salvar cada morador deste planeta! Ele demonstrou seu amor por nós morrendo em uma cruz e espera que provemos nosso amor para com Ele obedecendo os seus mandamentos. (João 14:15 ).

Estas verdades devem ser proclamadas com amor e fervor para todos com quem tivermos a oportunidade de falar! Não percamos tempo em “novidades” musicais ou outras novidades que só alegram os sentidos!


Anúncios

Sobre Adna

Sou Cristã, pertencente à Adventista do Sétimo Dia, nascida nesta igreja, frenquentadora, ativa, dizimista... sou esposa, mãe e professora. Gosto de ler, estudar, pregar, partilhar do amor de Deus com as pessoas! Este espaço é para divulgar a minha fé em um Deus amoroso e justo, na Sua palavra e nos ensinamentos dos Seus profetas!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.