O Que importa mesmo são as intenções do coração?

O Que importa mesmo são as intenções do coração?
 
    Recentemente lí a seguinte declaração de um músico.
"Não importa como você canta, se é ao som de tambores ou de harpa, o que importa na verdade é a intenção do coração. Se vc deseja louvar a Deus, cada um louve de acordo com o desejo do seu coração"
 
    É verdade que as intenções do nosso coração são muito importantes, mas nem sempre as nossas intenções são determinantes para a aceitação de nosso louvor e nossa adoração diante de Deus.
 
    Há vários exemplos disso na Bíblia e nos escritos de Ellen G. White.
Vamos mencionar apenas um: O povo de Israel levantou imagens de bezerros de ouro e acreditavam estar prestando um culto a JEOVÀ.
 
    Êxodo 32:4Este, recebendo-as das suas mãos, trabalhou o ouro com buril e fez dele um bezerro fundido. Então, disseram: São estes, ó Israel, os teus deuses, que te tiraram da terra do Egito. 
 
    Salmos 106: 19Em Horebe, fizeram um bezerro e adoraram o ídolo fundido.20 E, assim, trocaram a glória de Deus pelo simulacro de um novilho que come erva.
 
    Ellen G.White confirma: "…Foi quando os filhos de Israel se assentaram a comer e a beber, e se levantaram para folgar, que se afastaram do temor de Deus, o qual haviam experimentado quando presenciaram a entrega da lei; e, fazendo um bezerro de ouro para representar a Deus, o adoraram. E foi depois de haverem fruído um banquete licencioso relacionado com a adoração de Baal-Peor, que muitos dos filhos de Israel caíram por causa da licenciosidade. A ira de Deus se levantou e a Seu mando "vinte e três mil" (I Cor. 10:8) foram feridos pela praga num dia." Atos dos Apóstolos, 316.
 
    Estou convencida de que, eu posso estar perdida e pensar que não, pensar que tenho paz e prosperidade, pensar que Deus está do meu lado, posso ter boas intenções e mesmo assim tomar atitudes que desagradam ao bom Deus e que me levem para longe dEle. (caso representado pela drácma perdida. Está perdida e nem sabe que está!).
 
    O que aconteceu com o povo israelita é uma prova disso, eles usaram a forma de culto comum de sua época (uma imagem pra representar Deus) e O cultuaram, não de acordo com a vontade dEle, mas de acordo com o mundo da época deles.
    E nós hoje, como estamos cultuando? Fazemos nossa própria imagem de Deus, usando a forma de culto que mais nos apetece (como fez também Caím e mais tarde Davi) .
    De acordo com a vontade de Deus, ou seguindo a cultura e os costumes de nossa época? Dizer que uma imagem é Deus, não faz esta imagem Deus. Não é chamando uma música mundana de hino, que ela se tornará um hino, ela vai continuar sendo música mundana. Não é colocando uma letra cristã, numa música mundana, que esta música se tornará cristã.
 
Será que se eu pegasse um filme pornô e colocasse nele alguma mensagem cristã, este filme se tornaria próprio pra ser assistido por mim ou pela minha família? Não! pois ele ainda seria um filme pornográfico.
    Devemos nos lembrar que as coisas do mundo não se convertem ao cristianismo, apenas as pessoas que se entregam a cristo podem se converter.
    No passado muitos líderes tentaram converter coisas do mundo em coisas cristãs, e o resultado foi a apostasia de boa parte da igreja de Deus.
 
    Hoje não é diferente, muitas pessoas, tentam tornar cristãs, suas músicas, suas roupas, sua vaidade, e têm a ilusão de que se conseguir colocar isto ou aquilo dentro da igreja, tais e tais coisas se tornarão santas. 
    Se amamos as coisas do mundo, e as trazemos conosco pra dentro da igreja, estas coisas, ainda serão do mundo, não se tornarão santas por estarem dentro da igreja.
 
    Aí então você pode pensar, mas então não podemos utilizar coisa alguma do mundo na causa de cristo, pois isto seria mundanismo. Não usaremos computador, televisão, projetor de vídeo, pois tudo isso é "coisa do mundo" e nenhuma delas foi inventada para a igreja ou pra uso dentro da igreja.
 
    Bem, Deus sabe o que poderia passar pela sua cabeça, então Ele deixou um claro assim diz o Senhor sobre o assunto.
 
    Sobre o uso de aparelhamento de comunicação, Ele deixou a seguinte o orientação:
 
"A maneira pela qual Deus usa os homens nem sempre é discernida, mas Ele o faz. Deus dotou os homens de talentos e capacidade inventiva, a fim de que seja efetuada a Sua grande obra em nosso mundo. As invenções da mente humana parecem proceder da humanidade, mas Deus está atrás de tudo isso. Ele fez com que fossem inventados os rápidos meios de comunicação para o grande dia de Sua preparação." Ellen G. White, Fundamentos da Educação, capítulo 51, Verdadeira Educação Cristã, (parágrafo 8º, final).
 
    Os meios de comunicação são invenções humanas, mas usadas por Deus, para que a Sua mensagem seja levada com maior rapidez nos últimos dias. Estes meios de comunicação do homem com o homem, podem mudar, podem variar. O homem é um agente humano para comunicar Deus ao homem! A mensagem da palavra de Deus pode estar sendo transmitida através de uma escrita na parede, na boca do profeta, nas linhas de um papiro ou na tela de um computador. O meio da transmissão da palavra pode mudar, mas a palavra é a palavra!
 
   Mas em relação à música, não acontece o mesmo. Apesar da música também poder ser usada para levar a mensagem em um segundo momento. O objetivo principal da música no culto é louvar a Deus, é oração cantada, é adoração!
 
É através da música que os nossos louvores se erguem Àquele que é a personificação da pureza e harmonia. É com música e cânticos de vitória que os redimidos finalmente tomarão posse da recompensa imortal. Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, vol 3, capítulo IX, Conselhos Sobre Muitos Assuntos, 46 Música e Diretor de Música,  O Poder da Música.
 
Sobre esses estilos musicais modernos e cheios de batucadas culturais, o Senhor deu a seguinte revelação:
 
Tambores, Danças e Ruídos
As coisas que descrevestes… o Senhor revelou-me que haviam de acontecer imediatamente antes da terminação da graça. Demonstrar-se-á tudo quanto é estranho. Haverá gritos com tambores, música e dança. Os sentidos dos seres racionais ficarão tão confundidos que não se pode confiar neles quanto a decisões retas. E isso será chamado operação do Espírito Santo. Ellen G. White –
Eventos Finais, Capítulo 11, Enganos Satânicos nos Últimos Dias, (subtítulo: A Música Torna-se um Laço).
 
    Através do tempo, Deus planejou e permitiu o desenvolvimento tecnológico no setor da comunicação e planejou usar estes artefatos em Sua causa.
 
    No que diz respeito à música, Ele viu que isto se tornaria um laço, sob o disfarce de valor cultural e adoração multicultural. Pois de que outra maneira, nós os avisados, aceitaríamos tal música em nosso meio? Somente se isto se tornasse uma questão de respeito à cultura e à intenção do coração de nosso irmão que dança ao som dos tambores em honra a Jeová!
 
    Sob o disfarce de respeito, nos tornamos coniventes com o erro do qual fomos advertidos!
 
    Ele viu que esta música "estranha", gritos e tambores, música e dança fariam parte de uma teia que Satanás haveria de tecer ao redor de muitos "cristãos".
 
     "Algumas pessoas não se satisfazem com uma reunião, a menos que experimentem momentos de poder e de gozo. Esforçam-se por isto, e chegam a uma confusão dos sentimentos. A influência dessas reuniões, porém, não é benéfica. Ao passar o auge do sentimento, essas pessoas imergem mais fundo que antes da reunião, pois sua satisfação não proveio da devida fonte. As mais proveitosas reuniões para o bem espiritual, são as que se caracterizam pela solenidade e o profundo exame do coração, cada um procurando conhecer-se a si mesmo e, com sinceridade e profunda humildade, buscando aprender de Cristo." Testemunhos Seletos, vol. 1, pág. 161.
 
"…Nas igrejas que puder colocar sob seu poder sedutor, fará parecer que a bênção especial de Deus foi derramada; manifestar-se-á o que será considerado como grande interesse religioso. …Há um excitamento emotivo, mistura do verdadeiro com o falso, muito apropriado para transviar. Contudo, ninguém necessita ser enganado. À luz da Palavra de Deus não é difícil determinar a natureza destes movimentos. Onde quer que os homens negligenciem o testemunho da Escritura Sagrada, desviando-se das verdades claras que servem para provar a alma e que exigem a renúncia de si mesmo e a do mundo, podemos estar certos de que ali não é outorgada a bênção de Deus." O Grande Conflito, págs. 464 e 465.
 
Para um maior proveito, leia Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, vol 3, capítulo IX, 46, Conselhos Sobre Muitos Assuntos; Música e Diretor de Música.
 
Adna Calson
 
Anúncios

Sobre Adna

Sou Cristã, pertencente à Adventista do Sétimo Dia, nascida nesta igreja, frenquentadora, ativa, dizimista... sou esposa, mãe e professora. Gosto de ler, estudar, pregar, partilhar do amor de Deus com as pessoas! Este espaço é para divulgar a minha fé em um Deus amoroso e justo, na Sua palavra e nos ensinamentos dos Seus profetas!
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.